Cuidados Clínicos 
Transgênicos
Blog, facilitando a interatividade 
Agenda de Luiz Meira
Iridologia
 
Parasitose Intestinal
 
Vermes..., algo muito freqüente em nosso meio. 
A contaminação da água servida com a potável é intensa, visto que existem muitas vezes por dia acidentes que comunicam suas canalizações nos ambientes urbanos. Mesmo  utilizando água mineral para beber, a contaminação acaba vindo por alimentos ou até por via aérea como a oxiuríase (em agrupamentos como escolas, igrejas etc).
 
Os exames protoparasitológicos são pouco sensíveis, sendo considerada negativa uma pesquisa somente após seis amostras negativas. Podemos considerar a porcentagem de eosinófilos (acima de 2%) no leucograma como um bom indicador indireto da existência ou não de parasitose intestinal. (desde que excluída outras causas de eosinofilia, entre elas, preponderantemente as alergias)
 
Considerando esta disseminação ambiente, a possibilidade de diminuir a resistência em geral, causar alergias, diminuir a assimilação de nutrientes, causar inflamações e até obstrução intestinal, vale a pena todos serem vermifugados pelo menos uma vez ao ano, desde um ano de idade, tanto humanos como animais, incluindo cães e gatos, de preferência em lua minguante.
 
Entre os produtos naturais, a semente de abóbora (não Cambotiá) é a ideal para expulsar helmintos (os parecidos com lombrigas).
Para os protozoários (Ameba, Giárdia etc) desconheço produtos naturais eficazes quimicamente.
 

Entre os produtos químicos, os que indico são: O  Mebendazole, que serve para eliminar os helmintos (lombrigas), enquanto que o Etolfamida os protozoários (amebas). 
  

 
Medicamentos
Mebendazol   100 mg        6cp uma hora antes das principais refeições. 
Repetir após 28 dias.
Metronidazol   250 mg      20cp
Três vezes por dia durante sete dias.

 
Estes produtos são eficazes. O Mebendazole é absorvido somente 10% do que é ingerido e raramente causa indisposição gástrica ou intestinal. Por segurança, as mulheres em idade fértil devem usar o mebendazole durante a menstruação, pois existe a possibilidade de teratogênese (mal-formação fetal). 
  Solicitar manipulação em famácia de confiança permite a exclusão dos diversos alergenos presentes no escipientes das apresentações comerciais.
 
Melhor usar os dois simultaneamente, assim estaremos diminuindo possíveis interações entre protozoários e helmintos.
Tomar uma hora antes das refeições. Assim encontraremos o estômago e o intestino vazios, aumentando a possibilidade de contato das substâncias com os parasitas.
 
Para compreender os detalhes dos ciclos de cada parasita veja: 
http://www.cdc.gov/dpdx/az.html
  

  
 
  

  

 
     
AlimentosIridologiaCuidados ClínicosFotos com cometários por Luiz MeiraLista de vídeos sobre iridologiaReplique a vontade!Livro on line - Equilíbrio AlimentarTransgênicosREUTILIZAÇÃO de garrafas PETCalendário LunarMapa do SiteLinks FavoritosPágina InicialAgenda de Luiz MeiraEnviar mensagem a Luiz Meira
 
Deixe suas observações 
Nome
 
e-mail
 
veja 
Blogs que participo, facilitando a interatividade. 
comentários
 
Luiz Meira
luizmeiramedico@gmail.com
19  996 126 029